6 Dicas Para Reduzir o TTFB – Tempo do Primeiro Byte de Acesso ao Site

Reduzir o tempo do primeiro byte – TTFB – ao acessar um site é a melhor forma de melhorar a satisfação do usuário e aumentar a classificação das páginas do Google. Você veio ao lugar certo. Uma melhor experiência do usuário começa com o tempo para o primeiro byte TTFB do seu site que em inglês quer dizer: time to first byte. Vamos lhe mostrar 6 dicas práticas para ajudá-lo a medir e melhorar seu tempo para o primeiro byte, ou TTFB.

Dicas Para Reduzir o TTFB

 

1De todas as melhorias que fazemos para carregar uma página da Web mais rápida, esta pode ser a mais importante. E você sabe por que? Porque o usuário vai pelo menos ver que seu site começou a carregar no Browser imediatamente.

 

O que é tempo para o primeiro byte – o TTFB

Quando você clica em um link ou digita uma URL na barra de endereço, o relógio começa a contar o tempo que leva entre a solicitação inicial até que o navegador receba o primeiro byte de dados – também conhecido como tempo para o primeiro byte. TTFB é uma medida importante da capacidade de resposta do servidor e latência da rede. Reduzir o TTFB parece ser complicado, mas com as ferramentas certas é possível.

DicaA latência da rede é uma das piores coisas que afetam o carregamento do site. Se ela for muito alta para sua região, considere usar uma CDN ou contratar um host mais próximo.

 

subir ↑

Por que você deve se preocupar com o tempo para o primeiro byte?

Você pode estar pensando: eu tenho outras métricas mais importantes para me preocupar do que o tempo para o primeiro byte. Não queremos diminuir a importância das outras métricas, mas o TTFB prepara o terreno para todas as outras métricas que se seguem. Garantir que seu TTFB seja o mais rápido possível é crucial para fornecer um site ou serviço com bom desempenho. As vezes é possível reduzir o TTFB apenas com um plugin de cache.

 

  • De novo, pensando no usuário
Se o usuário percebe imediatamente que o site começou a carregar ele aguarda a abertura total da página. Do contrário, ele vai sair.

 

subir ↑

TTFB é importante para a otimização do mecanismo de pesquisa – SEO

Nunca esqueça disso! Não é apenas o seu usuário que percebe uma resposta lenta do servidor, mas os mecanismos de pesquisa também observam o TTFB. Os mecanismos de pesquisa usam vários fatores para determinar onde seu site se encaixa na lista de resultados de pesquisa. O conteúdo ainda é rei, mas a experiência do usuário também entra em jogo. O Google, por exemplo, considera o tempo de resposta do servidor ao avaliar toda a experiência do usuário. Seu TTFB é o primeiro sinal de que as coisas estão indo bem ou não.

Ah, nós mencionamos que o Google baseia o desempenho de sua página na experiência móvel e não na velocidade do desktop? Sim, você ouviu direito. O Google mede sua experiência móvel para determinar se você proporcionará a seus usuários uma experiência satisfatória. Portanto, seu site deve ser rápido no que normalmente são as conexões de rede mais lentas. Não apenas a conexão é normalmente mais lenta, mas seu site precisa ser rápido em um dispositivo com uma fração da capacidade de computação de um computador desktop. Se o seu site for rápido no celular, será rápido em uma máquina desktop.

  • Dica:
Antes de pensar em SEO pense em reduzir o TTF – tempo do primeiro byte

 

subir ↑

Melhore o envolvimento do usuário

Existe uma correlação direta entre desempenho e envolvimento do usuário. Embora o tempo para o primeiro byte não influencie diretamente o envolvimento do usuário, um tempo lento para o primeiro byte é um bom indicador do que está por vir, ou não. Se um usuário clicar em seu link e tiver que olhar para uma página em branco, depois de alguns segundos, ele pula. Quanto mais rápido a página começar a ser renderizada, maior será a probabilidade de o usuário permanecer por perto, o que significa maiores taxas de conversão, menores taxas de rejeição e menos carrinhos abandonados. O TTFB é apenas o início do tempo total de carregamento e, se o TTFB demorar meio segundo, resta apenas 1,5 segundo para fazer o download e renderizar tudo no navegador.

Quão rápido é rápido o suficiente para o tempo para o primeiro byte?
De acordo com o Google Insights , um bom TTFB tem menos de 200 ms, mas outros jogadores no setor de desempenho da web sugerem um máximo de 100 ms. Não é muito tempo considerando tudo o que tem que acontecer durante os 200ms, como resolução de DNS, roteamento, conexão, construção da resposta e envio de resposta de volta.

subir ↑

Como faço para melhorar meu TTFB?

Seu TTFB é principalmente uma função de back-end, portanto, a maioria dos ajustes ocorre em seus servidores, mas não exclusivamente. Reunimos seis dicas para ajudá-lo a reduzir seu TTFB e garantir que ele permaneça rápido.

Melhorar o TTFB - primeiro byte

subir ↑

➀ Reduza a latência da rede

A latência é um tormento para a velocidade do site. A distância entre o usuário e o servidor e a qualidade da conexão afetam o tempo até o primeiro byte. Embora você não tenha muito controle sobre o tipo e velocidade de conexão do usuário, é possível ajustar sua resposta com base no tipo de conexão. Você pode reduzir a carga em seus servidores usando CDN.

 

 

Ao transferir as solicitações de elementos de página estática para uma CDN, você ajuda a reduzir a carga do servidor e, por sua vez, a acelerar o TTFB.

subir ↑

➁ Resolução de DNS mais rápida

A resolução de DNS; que significa: Domain Name Service; é a primeira tarefa do navegador quando você solicita um ativo da web. O navegador inicia uma série de solicitações para transformar o endereço da web,por exemplo: https://wpfoco.com.br em um endereço IP xxx.yyy.zzz. Uma resolução de DNS leva tempo, mas não deve demorar mais do que alguns milissegundos.

Resolução de DNS

Você pode conferir a lista de resolvedores de DNS para otimizar o primeiro byte de carregamento do site.

 

UpdateSe você estiver enfrentando tempos de resolução mais lentos, pode ser necessário examinar suas configurações de DNS ou considerar a mudança de seu provedor de DNS.

 

subir ↑

➂ Atualize sua hospedagem na web

Se o TTFB for superior a 200 ms, a culpa pode ser da sua empresa de hospedagem na web. Servidores sobrecarregados e redes congestionadas podem resultar em uma experiência do usuário lenta. Seu tempo para o primeiro byte é o primeiro a sofrer. Converse com seu serviço de hospedagem sobre uma atualização de seu serviço ou considere mudar seu site para um provedor diferente, mais eficiente.

Confira os tipos de hospedagens:

HOSPEDAGEM COMPARTILHADA NA WEB

A hospedagem compartilhada na web é a maneira menos dispendiosa de escolher um provedor de hospedagem na web, mas tem um custo. O desempenho é apenas um desses custos. Se outros sites que utilizam os mesmos servidores se tornarem consumidores de largura de banda, seu próprio site poderá sofrer. Você não pode controlar com quais outros sites você compartilha um serviço, e a rede e o poder de processamento que esses outros sites usam podem esgotar todos os seus recursos. Portanto, se você puder pagar e seu TTFB estiver sofrendo, você pode considerar um servidor privado virtual, hospedagem em nuvem ou o que há de melhor em hospedagem dedicada.

SERVIDORES VIRTUAIS PRIVADOS

Com um servidor virtual privado, você obtém um servidor virtual independente de outros sites. A separação torna o serviço mais escalável e flexível do que a hospedagem compartilhada. Com um servidor virtual privado, a configuração de um site não afeta outros sites que operam no mesmo servidor físico.

ARMAZENAMENTO EM NUVEM

Semelhante a um servidor virtual privado, um provedor de hospedagem em nuvem distribui seu site por vários servidores, tornando-os mais escalonáveis ​​e confiáveis, especialmente para picos repentinos de tráfego.

HOSPEDAGEM DEDICADA

Hospedagem dedicada é exatamente o que parece. Você obtém um servidor físico para você e para mais ninguém. A hospedagem dedicada é ótima, mas muito cara e mais difícil de manter. A vantagem é que você controla tudo sobre o servidor, incluindo software e hardware, e outros sites operando na mesma máquina não afetam seu desempenho.

subir ↑

➃ Melhore o desempenho do back-end

Todos nós já experimentamos computadores lentos e todos vimos como hardware de rede antigo, como servidores de banco de dados, degradam o desempenho. No entanto, mesmo os novos servidores podem ser lentos se não forem otimizados. Os bancos de dados, especialmente, podem reduzir seu tempo de resposta se não forem indexados e normalizados corretamente.

NORMALIZAÇÃO DE BANCO DE DADOS

Um banco de dados não normalizado pode conter dados redundantes, aumentando seu tamanho e desempenho geral. No outro lado de um banco de dados normalizado , um banco de dados não normalizado adequadamente pode combinar dados frequentemente solicitados juntos em tabelas, eliminando o tempo necessário para junções e cálculos complexos.

INDEXAÇÃO DE BANCO DE DADOS

Você precisa indexar seu banco de dados para consultas mais rápidas. A indexação informa ao banco de dados onde encontrar colunas nas tabelas, evitando que o banco de dados tenha que examinar todas as colunas em busca da correta. Se as consultas ao banco de dados demorarem muito, verifique a indexação adequada.

subir ↑

➄ Use cache do lado do servidor

Mesmo para páginas dinâmicas, partes da página são bastante estáticas. Ter os itens estáticos disponíveis no servidor ajuda a manter o tempo para o primeiro byte no mínimo. Com o cache do lado do servidor , você pode reduzir as consultas ao banco de dados e a carga do processador, mantendo os dados e arquivos necessários prontos para serem colocados no cache do servidor.

Se tem um site WordPress confira os melhores plugins de cache.

subir ↑

➅ Configure o monitoramento externo para que você saiba se o TTFB está escorregando

Depois de otimizar o tempo para o primeiro byte, você precisa ter certeza de que continuará assim. Mudanças no hardware, atualizações de software e atualizações de site podem fazer seu TTFB subir rapidamente. Se você não está prestando atenção em seu TTFB, pode não notar um aumento em seu TTFB até que seja tarde demais. No entanto, você notará quando seu site cair na classificação do mecanismo de pesquisa e sua receita sofrer.

Tools KeyCDN é um monitoramento de desempenho do site pode ajudá-lo a controlar o TTFB do seu site. As colunas com dados verde na imagem abaixo mostram o tempo até o primeiro byte em 24 horas e a conexão com o servidor. As outras colunas mostram valores que contribuem para o TTFB, incluindo a resolução de espera do DNS e o tempo de TLS. O tempo de espera é o que mais contribui para o tempo até o primeiro byte devido à latência da rede, mas os processos de back-end também podem contribuir para o TTFB.

Ferramenta de monitoramento de TTFB

Tempos para o primeiro byte

Indo um pouco mais fundo, podemos ver abaixo em nossos relatórios de Monitoramento de usuário real que o TTFB atingiu a mesma página ao mesmo tempo no gráfico abaixo. A desaceleração na duração do back-end aumentou o tempo de espera, levando a um TTFB mais longo.

 

  • Resumo do Aprendizado

  • Seu tempo para o primeiro byte é importante para o SEO e o envolvimento do usuário.
  • A latência é um fator que aumenta os tempos de espera do TTFB.
  • Seu provedor de DNS pode afetar seu TTFB.
  • Seu serviço de hospedagem na web e o tipo de hospedagem afetam o TTFB. A atualização pode melhorar suas pontuações TTFB.
  • O desempenho do back-end afeta os tempos de espera. A otimização do armazenamento em cache de servidores e bancos de dados pode reduzir os tempos de processo de backend.
  • O cache do servidor, mesmo para pequenos elementos de página, reduz a duração do back-end.
  • As alterações no servidor e no local afetam o desempenho, seu TTFB é um grande indicador de problemas. Ao monitorar proativamente seu TTFB, você pode responder rapidamente aos problemas.

As tendências de alta podem ajudá-lo a rastrear o tempo do primeiro byte para que você possa tentar reduzir o  TTFB e todas as outras métricas de que você precisa para ficar por dentro. Esteja sempre atentos às ferramentas de métricas que ajudam a construir uma web mais rápida.

Diga-nos o que você achou desta postagem

      Deixe um Comentário

      WP Foco
      Logo