Plugin Pix para Pagamento no Woocommerce

O sistema de pagamento criado pelo Banco Central facilita a transferência de dinheiro, mas ainda falta um plugin Pix para o WooCommerce que é a loja virtual oficial do WordPress. Eu sei que não vai demorar para algum desenvolvedor criar este plugin, que certamente, será de grande valor para quem vende pela internet na plataforma WooCommerce.

Plugin Pix

Um plugin do Pix para receber pagamentos no WooCommerce é tudo que os vendedores que trabalham com a plataforma WordPress estão esperando, porque poderia eliminar vários gateways de pagamentos. Ou então, poderia  inclui-los no Pix.

Aliás, o WooCommerce que já incoporpora automaticamente o PayPal em sua forma de pagamento online poderia criar uma opção para receber via Pix. O PagSeguro também poderia investir em um plugin para receber dos clientes que usam seu gateway no WooCommerce.

Dados so BC já apontam mais de 70 milhões de chaves cadatradas e isso é um número expressivo para que os desenvolvedores de plugins olhem com mais atenção para este mercado.

Como o Plugin Pix Ajudaria no WooCommerce?

Muitos vendedores e comerciantes que utilizam essa plataforma teriam a vantagem de receber imediatamente o pagamento sem passar por outros gateways que cobram uma taxa para intermediar todas as transações. Um plugin Pix faria a transferência apenas com a chave Pix e retornaria para o sistema da loja virtual logo após a conclusão do pagamento. Então, o status do pedido mudaria para aprovado e poderia ser liberado para entrega.

Pagamento com Pix

Já, em se tratando de produtos digitais, o sistema do WooCommerce seria automaticamente avisado pelo plugin e o download poderia ser liberado.

Essa operação pode ser feita em segundos e tanto o cliente quanto o vendedor saem ganhando. Mas o Pix ainda é um sistema novo para você? Veja o que ele significa e quais as vantagens.

subir ↑

O que é o Pix?

Pix é um meio eletrônico de fazer pagamentos e transferências de dinheiro desenvolvido pelo Banco Central do Brasil, que funcionará 24 horas por dia, 7 dias por semana, inclusive finais de semana e feriados.

O Pix promete revolucionar a forma como usuários online trasferem recursos de uma conta para outra sem a necessidade de preencher dados como documentos, nome, número de cota bancária, nome do banco e todas aquelas burocracias que o remetente preenche no internet bank para enviar pagamentos ou transferir dinheiro online.

Com apenas a inserção da chave do receptor, o pagador poderá transferir os recursos em dinheiro imediatamente sem nenhuma burocracia.

Isso seria uma enorme vantagem para a criação de um plugin Pix para WooCommerce.

Nota - :Há muitos rumores sobre esse sistema de pagamento instantâneo, de que ele será o maior concorrente até o momento para o boleto com base em dinheiro. Pix reduzirá o uso de cartões de crédito nas compras online e esmagará o procedimento tradicional de transferência bancária, popularmente conhecido como TED.

 

subir ↑

Pix de uma maneira fácil

Pix é um sistema de pagamento inovador com recursos avançados da mais alta tecnologia do setor. Ele permite que um cliente de um banco faça pagamento, ou transferência de recursos de uma conta para outra, quanse que instananeamente. É um avanço e tanto para quem usa o TED e o DOC, já que muitas dessas transações podem ser gratuitas. Ainda não se sabe ao certo, se o Banco Central vai cobrar quando uma pessoa ou uma empresa ultrapassar uma quantidade de transações mensais.

Com a existência de um plugin Pix para WooCommerce os vendedores não perderiam os cliente que não desejam usar seu cartão de crédito. Aqueles que ainda não tem o cartão de crédito seriam acrescentados na lista de clientes, também.

 

subir ↑

Este sistema de pagamento é seguro?

Como uma forma de utilidade pública, mostramos este trecho do texto encontrado no site Infomoney que diz o seguinte:

“O BC garantiu que o Pix conta com o mesmo nível de segurança de outras transações similares existentes no mercado, como a TED e o DOC. Os bancos e instituições financeiras também serão responsáveis pela segurança do sistema e aplicarão camadas extras em seus domínios a fim de evitar falhas de sistema, fraudes e prejuízos financeiros aos clientes.

Vale lembrar que todas as transações feitas no sistema Pix estarão protegidas pela Lei Complementar n° 105/2001, do Sigilo Bancário, e estão sob o guarda-chuva da Lei Geral de Proteção de Dados (n° 13.709/2018). Na prática, isso significa que o BC e as instituições financeiras participantes não podem vender os dados dos usuários para terceiros, nem compartilhar as informações sem o consentimento do cliente.” fonte: infomoney.com.br

subir ↑

Barato, rápido, transparente e seguro

Conforme anunciado pelo BC, os pagamentos PIX serão habilitados por meio de:

  1. Códigos QR: entrando em mobile ou homebanking, selecione Pagamento com PIX e digitalize o código QR fornecido. Os dados de pagamento são exibidos para que o usuário concorde e confirme o pagamento.
  2. Chaves de endereço: Seleciona o tipo de chave de endereço que identifica o destinatário, como número de celular, e-mail ou CPF ou CNPJ. Uma vez que os dados do receptor aparecem na tela do smartphone, o usuário pode tocar para confirmar.
  3. Pagamentos por proximidade: Conexão ao PIX por meio de tecnologias que permitem a troca de informações por proximidade, como a tecnologia NFC.
  4. Manualmente: o preenchimento das informações é um dos modelos menos populares, mas também está disponível no novo sistema.

O consumidor brasileiro está acostumado a esperar por uma confirmação de pagamento até 24 horas. Espera-se que o PIX acelere as transações online não apenas para o benefício dos usuários, mas também para as empresas de comércio eletrônico, já que a solução será exibida na página de checkout, reduzindo significativamente o tempo de espera para confirmações de pedidos e entrega.

subir ↑

Os objetivos do Banco Central com o Pix

Cartões de crédito sem anuidade, cashback, e-wallets, aplicativos para empréstimos pessoais. Quantas vezes você percebeu essas opções ao planejar seu orçamento? Muitas instituições financeiras começaram a trazer soluções mais vantajosas e inclusivas para um público amplo. As operações mais rápidas e com taxas menores, antes restritas ao cumprimento de muitos requisitos, como ter conta em banco, por exemplo, se popularizaram.

Contudo, o Banco Central encontrou nesse cenário de mudanças o suporte para atingir um de seus principais objetivos:

  • A democratização do sistema financeiro.
  • Incluir novas ferramentas de repasse e pagamento na rotina dos brasileiros.
  • Fazer com que o dinheiro circule mais rápido são os alvos de algumas instituições.

No entanto, para desenvolver soluções concretas, foi lançado o projeto LIFT – Laboratório de Inovação Financeira e Tecnológica, coordenado pelo Banco Central. E também a parceria com a FENASBAC – Federação Nacional das Associações dos Servidores Públicos do Banco Central do Brasil. Para agregar mais recursos, também participaram empresas interessadas em compartilhar soluções com o setor financeiro, melhorando a troca de ideias.

O PIX é a soma de uma atitude inovadora com os objetivos do Banco Central, trazendo para a economia nacional tecnologia de pagamentos instantâneos e transferências de dinheiro de forma mais rápida, segura e econômica.

subir ↑

O Pix seria a porta para criar um novo imposto?

O grande desejo do Ministro da Economia (Paulo Guedes), é recriar algo parecido com a extinta CPMF, ou seja um imposto sobre transações financeiras, que na nova nomeclatura seria uma taxa sobre pagamentos online e o Pix pode ser uma porta para a criação dessa taxa. Eu ainda suspeito que o Pix seja uma forma indireta de criar um novo imposto sobre transações financeiras. Ainda que os envolvidos com o desenvolvimento neguem veementemente, é bom lebrar desse trexo, neste artigo.

Eu não me canso de ouvir aquele ditado: não existe almoço de graça. Compreenda que bancos e governos nunca perdem para ningém. No entanto, eu quero acreditar que essa ferramenta seja apenas para acelerar de uma forma segura e transparente as transações financeiras pela internet. O futuro dirá!

subir ↑

Como o desenvolvedor do plugin pix WooCommerce ganharia?

Existem várias formas de obter retorno com o desenvolvimento de um plugin Pix para WooCommerce. Por xemplo: O criador do plugin poderia vendê-lo, ou cobrar por uma assinatura anual, como fazem outros desenvolvedores de plugins.

Outra forma de obter retorno sobre o seu trabalho é aceitar doações dos usuários do plugin. No entanto, as empresas operadoras de gateway de pagamentos pela internet poderia criar o plugin sem cutsos, apenas para receber o dinheiro nsas transações feitas através ja loja WooCommerce.

Há várias formas de obter o retorno com a criação de plugins.

Conclusão

Esta é uma forma de pagamento que veio para ficar e criar uma boa senação as coisas podem ser mais rápidas e menos burocráticas no Brasil. Queremos ver mais e mais produtos e serviços com melhores tecnologias e inovações, para que possamos avançar rapidamente rumo ao desenvolvimento. E ao desenvolvedores vamos cobrar um plugin pix para WooCommerce e o WordPress um novo plugin com muita utilidade para os uduários do Brasil.

5 Comentários
  1. Olá amigo a alguns dias vi seu post e ja estava com a ideia em mente.

    Agora temos o plugin

    webgoias.com.br

  2. Eu lancei o Pix por Piggly em https://wordpress.org/plugins/pix-por-piggly, um plugin gratuito que implementa as principais funções pix. Pretendo melhorá-lo ada vez mais.

    • Olá Caique. Seu plugin faz o retorno automático do pagamento para a loja WooCommerce?

      O próprio WooCommerce já tem esta função que é feita através dos códigos IBAN e Swift do banco do vendedor. E vou fazer testes com o plugin, mas já adianto que isso seria um ponto crucial para automatizar o que a internet realmente é. Eu vou criar um comentário na página do seu plugin no WordPress, lá fica melhor para todos os usuários.

      • Edivaldo, não tenho conhecimento sobre esse recurso. Existe sim, a API Pix para validar se um Pix foi pago, mas ela deve ser liberada individualmente para cada banco. Com ela é possível validar as operações Pix, entretanto isso ainda não está disponível publicamente para todos os bancos/clientes. Ademais, não é do meu conhecimento que o WooCommerce faça uma notificação a partir do IBAN e Swift. Vale lembrar que esses dados não são associados ao Pix.

    Deixe um Comentário

    WP Foco
    Logo